APÓS A ALTA HOSPITALAR

As principais recomendações para esta primeira etapa de pós-operatório, após a alta hospitalar, são:
– Ingerir dieta líquida em pequenos volumes (50 a 100 ml a cada hora);
– Seguir as orientações da fisioterapia (caminhar com frequência, RESPIRON…);
– Ter cuidados com as feridas e dreno que, se necessário será colocado na cirurgia de bypass  (fique atento a estes cuidados ainda no hospital, se necessário peça orientações ao médico e/ou enfermeiras);
– Faça uso da medicação de acordo com a receita: analgésicos, antiácidos e o anticoagulante. Em caso de precisar ingerir comprimidos, deverão ser triturados.
– Em situações de emergência (falta de ar, dor nas pernas, febre alta, dor abdominal intensa, exteriorização da dieta pelo dreno, vômitos frequentes…), deverá retornar imediatamente ao pronto socorro do Hospital em que realizou a cirurgia e comunicar seu médico.

O primeiro retorno deverá acontecer entre o sexto e décimo dia de pós-operatório. Agendar no CTMO – Rua Paracatu 1154, conj. 304, Santo Agostinho – fone: 31 3019 8345). Nesta consulta, vai receber orientações sobre os próximos retornos: aproximadamente com 30 dias, 3 meses, 6 meses e depois a cada semestre.

Ainda nas primeiras semanas de pós-operatório, você deverá agendar consulta com seu endocrinologista e/ou nutricionista (suplementos ou vitaminas poderão ser necessários de acordo com suas necessidades). Não se esquecer de agendar também com seu psicólogo ou psiquiatra. Para os pacientes em acompanhamento com outras especialidades (cardiologia, ortopedia, neurologia…), fazer também o agendamentos dos controles.

Tão logo seja liberado, deverá iniciar a prática de atividades físicas de maneira regular.

Em caso de desejo de engravidar ou realizar cirurgias plásticas, consultar antes seu cirurgião.

O sucesso da cirurgia vai depender diretamente de sua adesão à dieta saudável em pequenas porções, evitando alimentos calóricos e mastigando adequadamente, assim como a prática regular de atividade física e acompanhamento multidisciplinar (nutricionista, endocrinologista, psicólogo, psiquiatra, dentre outros).

Em caso de dúvidas, é importante o devido esclarecimento antes da cirurgia.

CIRURGIA BARIÁTRICA
DOENÇAS ASSOCIADAS
CONTRA INDICAÇÕES PARA CIRURGIA BARIÁTRICA
PRINCIPAIS TÉCNICAS
FATORES DE SUCESSO
PREPARO PARA A CIRURGIA
INTERNAÇÃO